Alimentos que reforçam o Sistema Imunitário

Jul 26

A alimentação desempenha um papel essencial no estado do nosso sistema imunitário.

Com o inverno, estamos mais expostos a vírus, bactérias e mudanças de temperatura, para além das condições normais de poluição, stress e doenças crónicas. Perante todas estas adversidades, é importante reforçar o sistema imunitário e saber quais os nossos melhores aliados, principalmente, a nível alimentar.

O que é o Sistema Imunitário?

O sistema imunitário é um conjunto de células, tecidos, órgãos e moléculas, responsáveis pela produção de anticorpos e remoção de corpos estranhos ao organismo dos seres vivos. Identifica o que é estranho ou não ao organismo e promove uma resposta coletiva e coordenada das moléculas, perante os agentes estranhos – a resposta imune.  Estas substâncias estranhas ao nosso corpo são geralmente chamadas de antígenos.

Os antígenos são combatidos pelos anticorpos, que têm funções específicas de reagir aos diferentes organismos: alguns recebem ou enviam mensagens de ataque ou de inibição, outros apresentam o agente estranho às células do sistema imunitário. Existem ainda anticorpos que atacam os agentes estranhos a fim de os eliminar, outros, produzem substâncias que neutralizam os antígenos ou matérias libertadas pelos mesmos.

Quando essa resposta não é eficaz, o corpo pode reagir na forma de doenças, constipações, infeções ou alergias.

O sistema imunitário é também responsável pela remoção de células mortas, pela renovação de determinadas estruturas celulares, rejeição de enxertos, entre outras.

Cada vez mais, estudos mostram que as funções e eficácia do sistema imunitário dependem e são potenciadas por uma grande variedade de micronutrientes.  A ingestão inadequada de alguns desses nutrientes pode comprometer a capacidade de defesa celular e/ou humoral do nosso organismo, bem como aumentar a predisposição de doenças alérgicas. São exemplos a Vitamina A, B6, C e E, Zinco e Ferro, alguns dos micronutrientes essenciais para reforçar e fortalecer o sistema imunitário.

Assim, uma alimentação equilibrada e variada promove não só o bem estar e a nutrição do organismo, como também tem um papel importante na prevenção de doenças.   

É importante salientar que a adequação nutricional de todos os micronutrientes está intimamente ligada ao bom funcionamento do sistema imunitário.

Desta forma, conheça alguns dos alimentos essenciais para esse reforço:

Genbibre 

Gengibre.jpg

Rico em gingerol, uma substância bioativa presente no gengibre fresco, tem ação anti-inflamatória: ajuda a diminuir o risco de infeções, ajuda na prevenção e melhoria dos sintomas de artrite, dor muscular e doenças respiratórias como tosse, asma e bronquite. Tem ainda na sua constituição compostos polifenólicos e catequinas que proporcionam ao gengibre uma ação antioxidante. Quando ingerido com chá ou em forma de chá, são potenciados os seus efeitos benéficos.

 

 

Amêndoa

Amêndoas.jpg

  Pela sua riqueza em Vitamina E, a amêndoa não deve ser dispensada da sua alimentação. Tem como principal função proteger as células do corpo humano de lesões provocadas pela oxidação. Pela sua ação antioxidante, nutre a pele, tornando-a mais macia e saudável. Esta vitamina pode ser encontrada também em outros frutos oleaginosos e respetivos óleos, peixes gordos e sementes de girassol.

 

Alho

Alho.jpg

 Fonte de vitamina A e C, nutrientes fundamentais para o fortalecimento do sistema imunitário. O seu consumo pode aumentar a função imune das células e consequentemente, ajuda na prevenção e/ou diminui a intensidade dos sintomas relacionados com gripes e constipações. Composto também por antioxidantes, entre eles a alicina e quercetina, que combatem a ação de radicais livres, substâncias associadas ao envelhecimento precoce e inflamação. Este alimento estimula a produção e a ação de anticorpos no nosso organismo e potencia o bom funcionamento do sistema imunitário.

 

Mirtilos 

Mirtilos.jpg

 De valor nutricional indiscutível, o mirtilo é fonte abundante de vitaminas A, complexo B e C, em minerais – entre eles o Zinco e o Ferro – e antioxidantes. Distingue-se de outros frutos pela presença e concentração de resveratrol, um antioxidante com forte ação anticancerígena e de proteção de doenças cardiovasculares. Outros compostos como a quercetina, antiocianidas e vitamina C podem ser encontrados neste fruto e em outras frutas e legumes de cor azul escura ou cor roxa (uvas, amoras, beringela).

 

Batata Doce

Batata Doce.jpg

 Para além de ser conhecido pelo seu baixo índice glicémico, como aliada à regulação de açúcar no sangue e manutenção de peso corporal, a batata-doce é muito completa em micronutrientes. Constituída por Vitamina A, Complexo B e C, é mais uma aliada do sistema imunitário. A versão laranja contém betacaroteno e licopeno, caratenóides percursores da vitamina A, que possuem acção antioxidante e estimulam o sistema imunitário Outros alimentos de cor laranja contêm estes caratenóides na sua composição. Por exemplo, a abóbora e a cenoura e frutas como a laranja, manga e mamão.

 

Citrinos

Laranja Vitamina C.jpg

 Fontes importantes de Vitamina C, são alimentos obrigatórios e indispensáveis na sua alimentação. A Vitamina C é uma forte aliada na resposta imunitária, aumentando a resistência a infecções. Uma vez que o nosso organismo não tem capacidade para armazenar esta vitamina, é recomenda consumir diariamente. Quivi, Laranja, Limão e Papaia, são as frutas mais ricas.