Toxoplasmose

Jul 26

Esta infeção não apresenta normalmente sintomas no adulto, contudo, na mulher grávida pode ser transmitida ao feto, podendo causar malformações.

A toxoplasmose é uma infeção provocada pelo parasita  Toxoplasma gondii. A Toxoplasmose é transmitida:
- pelo consumo de carne mal cozinhada, produtos de charcutaria, ovos crus;
- através do contacto com gatos e seus dejetos, solo e água;
- pelo consumo de fruta e vegetais mal lavados.

Sintomatologia e diagnóstico
Esta infeção não apresenta normalmente sintomas no adulto, contudo, na mulher grávida pode ser transmitida ao feto, podendo causar malformações. Deste modo, a mulher grávida ou a pensar engravidar deverá atuar de forma a evitar a infeção através de pequenas ações de prevenção primária.

O diagnóstico consiste na pesquisa de anticorpos IgG e IgM.

Como prevenir a Toxoplasmose?
- Evitando o contacto com gatos que são vadios;
- Tendo o cuidado de não deixar o seu gato sair para a rua, para que assim possa evitar alguma contaminação durante a gestação;
- Não se esqueça que os oocistos apenas demoram 24horas a tornarem-se infeciosos;
- Caso seja possível, peça a alguém conhecido que o ajude no tratamento dos dejetos do seu gato, para que não o tenha que fazer. Se esta situação for impossível, use sempre luvas e evite a aspiração durante o tratamento da caixa de dejetos, que deverá ser mudada diariamente e passada por água a ferver.

Cuidados Primários
- Cozinhar bem a carne e não comer produtos de charcutaria ou ovos crus;
- Lavar as mãos após a preparação de carne ou produtos de charcutaria e antes de comer;
- Não beber leite não pasteurizado;
- Lavar superfícies e instrumentos que estiveram em contacto com a carne ou produtos de charcutaria;
- Lavar muito bem toda a fruta e legumes com água potável e tenha sempre o cuidado de descascá-los;
- Ter cuidado com os alimentos expostos ao ar e que correm risco de ser contaminados por moscas ou insetos que propagam frequentemente a Toxoplasmose;
- Evitar contacto com terra, flores e água não tratada;
- Evitar o contacto com gatos e seus dejetos, dado que os gatos são portadores, embora não sofram desta doença.

E se contrair a Toxoplasmose:
- O despiste de infeção no feto deverá ser feito caso a análise ao sangue materno sugira uma infeção recente;
- Atualmente, faz-se a pesquisa do Toxoplasma gondii no líquido amniótico, pelo que a grávida terá que fazer uma amniocentese;
- Existem alguns sinais ecográficos que também indicam a suspeita de infeção no feto;
- Durante o 1º ano de vida, a criança deverá ser vigiada, na medida em que existem situações de infeção que não são passíveis de serem diagnosticadas antes do nascimento do bébé;
- Caso a gestante seja infetada pela Toxoplasmose, o seu Médico poderá indicar-lhe um tratamento que não acarreta qualquer risco para a gravidez e que vais diminuir o perigo de infeção no feto.